O supermercado representa um dos segmentos mais dinâmicos do varejo. Por isso, para que todo o seu potencial de rentabilidade seja aproveitado, é importante que o empreendedor que está à frente do empreendimento conte com alguns suportes, como o software de gestão.

Afinal, quanto custa um sistema para supermercado?

Não é possível estabelecer um preço fixo, até porque os softwares para supermercado são flexíveis, ou seja, permitem que recursos e ferramentas sejam incluídos ou removidos, de acordo com as necessidades de cada estabelecimento.

Mesmo falando de um mesmo segmento de negócio, comparando um hipermercado localizado no centro de uma cidade com um mercado menor, dentro de um bairro residencial, por exemplo, os dois terão necessidades de gestão diferentes.

Os programas são elaborados pensando nessas divergências e isso impacta diretamente no preço pelo qual são vendidos.

O que se pode afirmar é que, ao invés de levar em conta apenas o preço, os empreendedores precisam pensar no custo/benefício. Na prática, o sistema mais “barato” é aquele que melhor atende às necessidades do supermercado, porque, assim, vai dispensar a contratação de outros programas complementares ou de novos funcionários para executar tarefas que ele não contempla.

Por isso, para implementar um programa para supermercados, é preciso conversar detalhadamente com o fornecedor desse serviço e expor todas as necessidades do seu negócio, para que ele possa formatar um software personalizado.

Tenha sempre em mente qual é o problema principal que você espera resolver e seja transparente quanto a isso.

O que levar em consideração?

Existem algumas necessidades que são próprias do setor de supermercados e que, por isso, independente do tamanho ou da localização do negócio, o sistema vai precisar atender. Um exemplo disso é uma ferramenta de controle de estoque, levando em conta a dinâmica extremamente rápida de entrada e saída de mercadorias todos os dias.

Também pode ser interessante um registro do histórico dos fornecedores, para saber quais são os mais confiáveis em compras futuras.

Por outro lado, existem recursos que podem ser indispensáveis para estabelecimentos com maior porte e fluxo de clientes e desnecessário para outros, como algum recurso que agilize o atendimento no caixa e evite filas.

É por isso que as ferramentas ideais que o programa precisa oferecer vão depender exclusivamente do seu negócio.

Ao entrar em contato com as empresas que oferecem sistemas de gestão, a primeira orientação é priorizar aquelas que tenham programas segmentados. Isso garante que, ao invés de adquirir algo genérico, o empreendedor tenha certeza de que está investindo em um software que foi construído pensando especialmente no seu modelo de negócio. Esse simples fato já faz com que o sistema seja melhor e mais eficiente.

Também é interessante priorizar os fornecedores que ofereçam uma demonstração antes de vender a versão completa. Ter a oportunidade de fazer esse teste é importante para confirmar que o programa atende às necessidades do empreendimento e ajuda a identificar quais são as principais dificuldades ao mexer nele.

Por isso, nós oferecemos a demonstração dos nossos softwares aos clientes, como forma de garantir o fechamento de um bom negócio. Entre em contato conosco e saiba mais!